Entender a hierarquia dos aquivos do WordPress é essencial para desenvolver um template. Ela foi desenhada para permitir uma maior organização dos arquivos, e, também, é muito útil quando precisamos personalizar uma página para um determinado modelo do tema. Basicamente, pode-se dizer que o WordPress possuí uma ordem na qual os arquivos devem ser chamados ao carregar uma página. A partir do endereço requisitado, ele verifica se um arquivo existe, caso exista ele o chama, caso contrário, ele vai para o próximo arquivo que será definido a partir da hierarquia de arquivos.

Entender essa ordem dos arquivos é essencial para os desenvolvedores de temas e para pessoas que queiram personalizar modelos do template. Também é muito útil para entender o funcionamento deste magnifico Gerenciador de Conteúdo (CMS) chamado WordPress.

Como funciona

O WordPress possui uma hierarquia de arquivos, que é responsável por definir qual arquivo será chamado para exibir determinado conteúdo.

Digamos que um visitante quer acessar a Página Inicial, o WordPress primeiro verifica se há um arquivo com o nome home.php. Caso ele exista, ele será chamado para exibir a Página Inicial. Caso não exista, será chamado o próximo arquivo definido pela hierarquia, neste caso, o index.php.

Ou seja, como mostrado no exemplo acima, a hierarquia da Página Inicial (Sem página estática definida pelo usuário) é:

- home.php
  - index.php

As páginas de exibição de Posts, listagem por categoria e tags seguem essa mesma ideia.

Hierarquia Completa do WordPress

Para nossa sorte, o WordPress montou uma imagem que ilustra bem essa hierarquia. Nela, é exibido todos os esquemas de páginas do WordPress.

Clique na imagem abaixo para ampliá-la:

Entendendo a Hierarquia de Arquivos do WordPress

Basicamente, a hierarquia organiza e permite uma fácil personalização de qualquer parte do site.

Comentários